Google
 

terça-feira, setembro 15, 2009

IMAGINE TRADUCAO LETRA JOHN LENNON



IMAGINE (tradução da música de John Lennon para o português)

Imagine que não há paraíso
É fácil se você tentar
Nenhum inferno abaixo de nós,
Sobre nós apenas o firmamento
Imagine todas as pessoas
vivendo para o hoje

Imagine que não há países
Não é difícil de fazer
Nada porque matar ou morrer
E nenhuma religião também.
Imagine todas as pessoas
vivendo a vida em paz

Imagine nenhuma propriedade
Eu me pergunto se você consegue
Nenhuma necessidade de ganância ou fome
Uma irmandade de homens
Imagine todas as pessoas
Compartilhando o mundo todo

Você pode dizer que sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Eu espero que algum dia você junte-se a nós
E o mundo viverá como um só

IMAGINE
(music and lyrics by John Lennon )

Imagine there's no Heaven
It's easy if you try
No hell below us
Above us only sky
Imagine all the people
Living for today

Imagine there's no countries
It isn't hard to do
Nothing to kill or die for
And no religion too
Imagine all the people
Living life in peace

You may say that I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope someday you'll join us
And the world will be as one

Imagine no possessions
I wonder if you can
No need for greed or hunger
A brotherhood of man
Imagine all the people
Sharing all the world

You may say that I'm a dreamer
But I'm not the only one
I hope someday you'll join us
And the world will live as one

Frases poeticas mario quintana-poesia-sonetos

Algumas pérolas do genial poeta gaúcho Mário Quintana :

“A alma é essa coisa que nos pergunta se a alma existe.”
“O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você.”
“Reflexão de Lavoisier ao descobrir que lhe haviam roubado a carteira: nada se perde, tudo muda de dono.”
“Sempre me senti isolado nessas reuniões sociais:o excesso de gente impede de ver as pessoas... “
“Não importa saber se a gente acredita em Deus:o importante é saber se Deus acredita na gente...”
“Esses que puxam conversa sobre se chove ou não chove – não poderão ir para o Céu! Lá faz sempre bom tempo... ”
“O ruim dos filmes de Far West é que os tiroteios acordam a gente no melhor do sono.”
“Se alguém te perguntar o que quiseste dizer com um poema, pergunta-lhe o que Deus quis dizer com este mundo...”
“Quem não compreende um olhar tampouco compreenderá uma longa explicação.”



“O milagre
Dias maravilhosos em que os jornais vêm cheios de poesiae do lábio do amigo brotam palavras de eterno encanto
Dias mágicosem que os burgueses espiam, através das vidraças dos escritórios, a graça gratuita das nuvens”


“Esta vida é uma estranha hospedaria,
De onde se parte quase sempre às tontas,
Pois nunca as nossas malas estão prontas,
E a nossa conta nunca está em dia. “


“O sorriso enriquece os recebedores sem empobrecer os doadores.”
“Cada pessoa pensa como pode...”
“Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não lêem. “

“O tempo é a insônia da eternidade.”



“Sentir primeiro, pensar depoisPerdoar primeiro, julgar depoisAmar primeiro, educar depoisEsquecer primeiro, aprender depoisLibertar primeiro, ensinar depoisAlimentar primeiro, cantar depoisPossuir primeiro, contemplar depoisAgir primeiro, julgar depoisNavegar primeiro, aportar depoisViver primeiro, morrer depois... “



Poeminha do Contra

Todos esses que aí estãoatravancando meu caminho,eles passarão...eu passarinho!

A Arte de Ser Bom
Sê bom. Mas ao coração
Prudência e cautela ajunta.
Quem todo de mel se unta,
Os ursos o lamberão.

(assinatura)


O saudoso poeta Mário Quintana nasceu em 30/07/1906 em Alegrete, RS e faleceu em 05/05/1994.

Espirito - Flor de Vida

Flor de Vida

O Espírito, nas bênçãos da carne, é uma flor de vida, concedida por Deus para o crescimento dos nossos dons espirituais. Quem se encontra estagiando na soma carnal, agradeça ao Senhor pelas oportunidades, que estão se fazendo cada vez mais raras, já nos finais da expiação do organograma espiritual.

Os Espíritos de Deus que estão dirigindo a Terra, sob a orientação do Mestre Jesus, intercruzam o amor de seus corações para a Humanidade, como se fossem raios solares, e trabalham constantemente para o soerguimento de todas as almas, sem escolha, dando a cada uma o que pode suportar na escala da sua evolução.

Esse é o alento de vida que os benfeitores da espiritualidade maior nos concedem, a todos os trabalhadores, dentro e fora da carne, pela alta misericórdia de Espíritos que já vivem a tranqüilidade da consciência imperturbável. A nossa segurança maior é que o Cristo se encontra no leme dos nossos destinos, a nos amar por todas as modalidades, para que despertemos para amar o nosso próximo, da mesma maneira que queremos amor para o nosso coração.

A alma é uma flor de Deus, vicejando no ambiente da Terra, colhendo experiências aqui e ali, na certeza de que a liberdade espiritual depende muito da nossa parte, no exercício que devemos fazer para vencer as nossas inferioridades. A energia divina está em toda parte, ao nosso dispor, esperando que entendamos essa ciência, para o uso de tal energia em favor dos outros e para o nosso bem-estar.

Meus irmãos, solicitamos que ouçam essa voz, pelas letras do Evangelho de Jesus, reconstruindo-se a si mesmos nas mudanças necessárias, para que se apresentem ante Jesus como homens novos, na pureza dos sentimentos espirituais.

Cada dia que passa nos pede renovação; cada ano, realizações de caridade, e cada século, cota de luz no amor à Humanidade. Somos flor de vida na grande vida universal. A nossa confiança deve crescer em todos os rumos e a paz deve se instalar em todos os sentidos, compreendendo que a felicidade da alma sem a fraternidade nos passos é impossível. O nosso planeta está em situação invejável, em se falando do futuro. Devemos orar, reconstruirmos a nós mesmos, para merecê-lo como novo berço, onde encontraremos os frutos das sementes lançadas ao solo no passado.

A ordem do Divino Senhor é trabalhar, trabalhar e trabalhar, pelos fios do progresso dos que se ajustarem à nossa frente. Escolhamos a abelha como exemplo, pois além de viver do trabalho, ela cede seus esforços para curar e alimentar os homens. Todo movimento no bem comum é porta que se abre para que sintamos a vida maior em convites incessantes, onde a alegria é a força de viver.

Sentimos os homens como flores no jardim de Deus e temos o prazer de conviver com eles, ajudando no que a vida nos favorece. Usamos todos os meios lícitos para ficar mais visíveis às criaturas, sem esquecermos o sorriso, como flor de vida de Deus em nós.


Autor: Scheilla

Receba por E-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Agregadores