Google
 

terça-feira, novembro 09, 2010

Piada - A corrida do amante

A corrida do amante

O sujeito está na cama com a amante quando ouve os passos do marido dela.

A mulher manda-o pegar as roupas e pular pela janela. Ele reluta, porque está caindo uma chuva forte. Mas, não tendo outro jeito, pula e cai na rua, no meio de uma maratona.

Ele aproveita e corre junto com os outros, que o olham de um jeito  esquisito. Afinal, ele está pelado!

Um corredor pergunta:

- Você sempre corre assim pelado?

- Sim! - responde o amante - É tão bom ter essa sensação de liberdade...

Outro corredor pergunta:

- Mas você sempre corre assim pelado carregando suas roupas?

O sujeito não se dá por vencido:

- Eu gosto assim. Posso me vestir no fim da corrida e pegar o carro pra ir  pra casa.

Um terceiro corredor insiste:

- Mas você sempre corre assim pelado carregando suas roupas e com uma  camisinha no pinto?

- ...só quando está chovendo.

 

VIver ou Juntar Dinheiro - Max Gehringer

VIVER OU JUNTAR DINHEIRO?

por MAX GEHRINGER

 

Há determinadas mensagens que, de tão interessante, não precisam nem sequer de comentários. Como esta que recebi recentemente.

Li em uma revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico. Aprendi, por exemplo, que se tivesse

simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, nos últimos quarenta anos, teria economizado 30mil reais. Se tivesse deixado de comer uma pizza por mês, 12 mil reais..

E assim por diante.

Impressionado, peguei um papel e comecei a fazer contas. Para minha surpresa, descobri que hoje poderia estar milionário.. Bastaria não ter tomado as caipirinhas que tomei, não ter feito muitas viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que comprei.

Principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro em itens supérfluos e descartáveis.

Ao concluir os cálculos, percebi que hoje poderia ter quase 500 mil reais na minha conta bancária. É claro que não tenho este dinheiro.

Mas, se tivesse, sabe o que este dinheiro me permitiria fazer?

Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar em itens supérfluos e descartáveis, comer todas as pizzas que quisesse e tomar cafezinhos à vontade.

 

Por isso, me sinto muito feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro por prazer e com prazer. E recomendo aos jovens e brilhantes executivos que façam a mesma coisa que fiz. Caso contrário, chegarão aos 61 anos com uma montanha de dinheiro, mas sem ter vivido a vida.

 

"Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz. Assim ele saberá o VALOR das coisas e não o seu PREÇO"

 

Que tal um cafezinho? ou uma cervejinha?

Perseverar no Amor - Uma mensagem de esperanca

Em muitas ocasiões

Livro: Irmãos do Caminho

Irmão José & Carlos A. Baccelli

 

Em muitas ocasiões, certamente te afliges, ignorando o que fazer de melhor para auxiliar aqueles que mais amas no mundo.

Tentaste providências que não surtiram os efeitos desejados.

Aconselhaste decisões que não foram tomadas.

Improvisaste medidas que se revelaram inúteis.

Entretanto, não te entregues ao desalento, acreditando que estejas diante de um problema sem solução.

Onde os teus esforços falharem na orientação dos que permanecem sob a tua tutela efetiva, a Vida, através de sua didática inquestionável, logrará o êxito necessário pela cartilha do sofrimento.

Nunca te omitas no socorro aos corações vinculados ao teu e nem permitas que o desânimo te enregele os sentimentos de solidariedade.

Às vezes, desistimos de uma conquista quando estamos justamente na véspera de efetuá-la.

Se te sentes, assim, desnorteado no amparo aos familiares e amigos que ainda não se encontraram nos caminhos que percorrem, enquanto permaneces na expectativa de que a vida lhes ensine o rumo certo, não te furtes ao dever de continuar a mostrá-lo com os teus próprios exemplos de perseverança no bem e de infatigável amor.

Se tiveres Amor - Emmanuel e Chico Xavier

Se tiveres amor

Emmanuel & Francisco Cândido Xavier

 

Se tiveres amor, caminharás no mundo como alguém que transformou o próprio coração em chama divina a dissipar as trevas...

Encontrarás nos caluniadores almas invigilantes que a peçonha do mal entenebreceu, e relevarás toda a ofensa com que te martirizem as horas...

Surpreenderás nos maldizentes criaturas desprevenidas que o veneno da crueldade enlouqueceu, e desculparás toda injúria com que te deprimam as esperanças...

Observarás no ozenário a vítima da ambição desregrada, acariciando a ignomínia da usura em que atormenta a si próprio, e no viciado o irmão que caiu voluntariamente na poça de fel em que arruína a si mesmo...

Reconhecerás a ignorância em toda manifestação contrária à justiça e descobrirás a miséria por fruto dessa mesma ignorância em toda parte onde o sofrimento plasma o cárcere da delinqüência, o deserto do desespero, o inferno da revolta ou o pântano da preguiça...

Se tiveres amor saberás, assim, cultivar o bem, a cada instante, para vencer o mal a cada hora...

E perceberás, então, como o Cristo fustigado na cruz, que os teus mais acirrados perseguidores são apenas crianças de curto entendimento e de sensibilidade enfermiça,

Que é preciso compreender e ajudar, perdoar e servir sempre, para que a glória do amor puro, ainda mesmo nos suplícios da morte, nos erga o espírito imperecível à bênção da vida eterna

Educacao - Texto de ANdre Luiz por Chico Xavier

Educação

 

Livro: O Espírito da Verdade

André Luiz & Francisco Cândido Xavier

 

O amor é a base do ensino.

Professor e aluno, cooperação mútua.

O auto-aprimoramento será sempre espontâneo.

Disciplina excessiva, caminho de violência.

A curiosidade construtiva ajuda o aprendizado.

Indagação ociosa, dúvida enfermiça.

Egoísmo nalma gera temor e insegurança.

Evangelho no coração, coragem na consciência.

Cada criatura é um mundo particular de trabalho e experiência.

Não existe vocação compulsória.

Toda aula deve nascer do sentimento.

Automatismo na instrução, gelo na idéia.

A educação real não recompensa nem castiga.

A lição inicial do instrutor envolve em si mesma a responsabilidade pessoal do aprendiz.

Os desvios da infância e da juventude refletem os desvios da madureza.

Aproveitamento do estudante, eficiência do mestre.

Maternidade e paternidade são magistérios sublimes.

Lar, primeira escola; pais, primeiros professores; primeiro dia de vida, primeira aula do filho.

Pais e educadores! Se o lar deve entrosar-se com a escola, o culto do Evangelho em casa deve unir-se à matéria lecionada em classe, na iluminação da mente em trânsito para as esferas superiores de Vida.

 

Receba por E-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Agregadores