Google
 

sexta-feira, fevereiro 25, 2011

O que é Vitiligo - Como comeca a doença

A  Pele  e  o  Vitiligo

A pele é o maior órgão do corpo humano e divide-se em 3 camadas. A camada mais superficial é a epiderme, composta principalmente de queratinócitos e melanócitos. Os melanócitos são as células produtoras de melanina, pigmento que dá cor à pele.
A camada intermediária é a derme, onde estão localizadas as fibras colágenas e elásticas que dão sustentação à pele, além de vasos sanguíneos e nervos.
A camada profunda é a hipoderme, ou seja, a gordura, responsável, entre outras coisas, por auxiliar na manutenção da temperatura corporal.
A pele tem diversas funções, dentre elas proteção para as estruturas internas do corpo, defesa imunológica através de células imunes, regulação da temperatura corporal, sensibilidade cutânea, proteção contra os raios ultravioleta.
O vitiligo foi descrito há mais de 3500 anos. Primeiramente, no Egito (no Papiro de Ebers) e na Índia (no livro sagrado Atharva Veda). Na Bíblia, no antigo Testamento, era chamado de “Zara’at”.
É doença muito comum, acometendo aproximadamente 1% da população mundial, ou seja, uma em cada cem pessoas possui vitiligo. Acomete homens e mulheres de todas as raças.
Aproximadamente 25% dos pacientes têm até 10 anos no início da doença. Outros 25% têm idade entre 10 e 20 anos e 95% dos pacientes apresentam vitiligo até os 40 anos.
Como surge o vitiligo? Com a morte dos melanócitos não há mais produção de melanina e a pele perde sua cor, tornando- se branca.
Mas o que leva à morte dos melanócitos? Há diversas teorias que tentam explicar este fenômeno. A mais aceita é a teoria auto-imune, ou seja, os melanócitos são mortos pelas nossas próprias células de defesa que, por algum motivo, passam a atacar e matar os melanócitos.
Outra teoria é a da autocitotoxicidade. Sua base é que a morte dos melanócitos é secundária à sua capacidade diminuída em eliminar os metabólitos tóxicos formados durante a síntese de melanina.
A última teoria importante é a neural, segundo a qual, a morte dos melanócitos seria decorrente de mediadores neuroquímicos liberados pelos nervos e que são tóxicos para os melanócitos.
Nenhuma dessas três teorias isoladamente explica o surgimento do vitiligo. Provavelmente as 3 teorias estão implicadas na doença, mas ainda há muito por ser descoberto.
O quadro clínico do vitiligo é bastante característico, com o surgimento de manchas brancas (cor de leite) em qualquer área corporal, especialmente face, pescoço, genitália, cotovelos, mãos, joelhos e pés.
Alguns pacientes podem apresentar manchas mais claras que a pele normal, mas que não são brancas. Isso ocorre pela sobrevivência de alguns melanócitos no local.
O vitiligo pode ser dividido em dois grupos e a partir daí em 7 tipos de vitiligo:
1) Vitiligo localizado – são 3 tipos de vitiligo (segmentar, focal e mucosas). Uma ou poucas manchas em até 3 regiões corporais, com evolução rápida seguida de estabilização, ou seja, a mancha aparece e cresce rapidamente (semanas ou poucos meses) para em seguida manter seu tamanho e não há surgimento de novas lesões.
2) Vitiligo generalizado – é a forma mais comum. São 4 tipos (vulgar, misto, universal e acrofacial). As manchas são simétricas, acometendo os mesmos locais de ambos os lados do corpo. Pode evoluir rápida ou lentamente, ou estabilizar.
A partir da definição do tipo de vitiligo fica mais fácil determinar a possível evolução do paciente e também os tratamentos com maior chance de sucesso.
Vulgar – tipo mais comum – manchas simétricas em diversas áreas do corpo.
Misto – mistura de 2 tipos de vitiligo – geralmente vulgar e segmentar.
Universal – apresentação bem rara. Mais de 70% do corpo fica branco.
Acrofacial – acomete face e/ou mãos e/ou pés.
Segmentar – vitiligo em faixa e unilateral.
Focal – manchas em 2 ou 3 áreas do corpo.
Mucosas – somente lábios ou região genital.
No vitiligo pode ocorrer o que chamamos fenômeno de Köebner ou isomorfismo, que é o surgimento de novas manchas após um trauma físico como corte, arranhão, queimadura, pancada, etc. Repare se quando você se machuca surge mancha branca no local do trauma. Caso isso ocorra, é importante evitar traumatismos para não surgirem novas lesões de vitiligo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você assume total reponsabilidade pelos comentários aqui postados. Não serão tolerados comentários ofensivos a qualquer pessoa tampouco palavras de baixo calão. Todos comentários serão moderados e sujeitos a aprovação.

Receba por E-mail

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Agregadores